banner

banner

terça-feira, 28 de março de 2017

Ciro diz que não será candidato se Lula for: ‘Não tenho vontade’

ciro_gomes
Candidato à Presidência da República em 1998 e 2002, Ciro Gomes (PDT-CE) volta a ter seu nome como um dos possíveis candidatos às próximas eleições. Em entrevista divulgada nesta segunda-feita (27), ele falou sobre a possibilidade, mas deixou claro que não será vice do Lula, como também já foi cogitado. “Serei bastante categórico: não serei vice de ninguém”.
Ele, inclusive, chegou a dizer que a eleição de Lula seria um desserviço para o país. “Temos longa história de parcerias e diferenças. Votei nele em 1989 [no segundo turno], 2002 e 2006. Na Dilma em 2010 e 2014. Entretanto, acho que nesse momento a candidatura do Lula desserve a ele e ao país. Na melhor das hipóteses, ganha e projeta essa confrontação odienta que está rachando o país. Mas a probabilidade de polarizar e perder é muito alta”, considerou.
Ele também deixou claro que, se o Lula for candidato, ele não entrará no páreo. “Não tenho a menor vontade de ser candidato se o Lula for. Menos em homenagem a ele e mais porque a tendência é ele polarizar o processo. E eu ficar falando de modelo econômico… Vou ter um papel nobre, vou lá para meus 12%, 15% no mínimo, mas daí dizer para o povo que acredito que vou ser presidente… Não consigo mentir desse jeito”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário