banner

banner

quinta-feira, 30 de março de 2017

Testes sugerem mais carros da Volkswagen com fraude no Brasil

amarok-028
O número de veículos envolvidos na fraude em motores a diesel da Volkswagen, que ficou conhecida mundialmente como “dieselgate”, pode ser ampliado no Brasil, depois de testes feitos pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) a pedido do Ibama.
Em relatório, os pesquisadores da Cetesb sugerem que a prática ilegal de “maquiar” a emissão de poluentes durante os testes de laboratório pode estar também em modelos mais novos da Amarok, não somente nas 17 mil unidades dos anos 2011 e 2012 confirmadas até agora pela fabricante.
Em decisão na 1ª instância, o coordenador de cobrança do Ibama Halisson Barreto determinou o encaminhamento do relatório à Diretoria de Proteção Ambiental, que decidirá se abre ou não uma investigação sobre os modelos mais novos da Amarok.

Nenhum comentário:

Postar um comentário