banner

banner

sábado, 1 de abril de 2017

Carne Fraca: Empresas investigadas começam a demitir funcionários

carne
A Peccin Agro Industrial, investigada na Operação Carne Fraca, demitiu os funcionários das unidades de Curitiba (PR) e Jaraguá do Sul. As duas unidades estão interditadas desde a operação, que investiga um esquema de corrupção envolvendo fiscais e frigoríficos. Segundo o Sindicarne, que representa a indústria de carne do Paraná, a Peccin empregava 177 funcionários em Jaraguá do Sul e 300 em Curitiba.
Com os donos presos e as unidades interditadas, a Peccin já não pagou o adiantamento salarial do dia 20 aos empregados. Segundo o sindicato, a empresa também não deve ter recursos para pagar a verba rescisória. A dispensa, segundo a entidade, vai permitir que os trabalhadores consigam sacar o FGTS e receber o seguro-desemprego.

Nenhum comentário:

Postar um comentário