banner

banner

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Agentes penitenciários dizem que sistema está em situação caótica

O Sistema Prisional do Rio Grande do Norte está numa situação caótica e de calamidade. Esse foi o resumo do quadro em que se encontra o setor, com base nos depoimentos da presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado (SINDASP) Vilma Batista e do secretário geral da entidade, André Jucá, ouvidos pela Comissão Especial da Assembleia Legislativa para analisar a situação do sistema, em reunião realizada na manhã desta quinta-feira (18).

“Realmente pelos depoimentos colhidos por esta Comissão, o sistema prisional precisa de investimento. Está faltando equipamentos até para a comunicação dos agentes penitenciários no ambiente de trabalho, o que é perigoso. Está faltando estrutura e o número de agentes é reduzido em comparação ao número de presos”, afirmou o deputado Hermano Morais (PMDB), que presidiu a reunião.


A presidente do SINDASP criticou o fato de não ter sido ouvido pelo Governo do Estado na elaboração do plano diretor para o sistema penitenciário. “Nós estamos abandonados. Nós somos expostos às condições inadequadas para o trabalho. Muitos não percebem ao que somos submetidos no dia a dia, num trabalho estressante. Infelizmente sofremos muito mais pelo abandono em que nos encontramos”, desabafou Vilma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário