banner

banner

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Empresário diz que ‘lavou’ R$ 2,7 milhões para Cabral

sergio cabral
Réu por lavagem de dinheiro do esquema de corrupção liderado pelo ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB) e delator, o empresário Luiz Alexandre Igayara disse nesta quarta-feira, 10, em depoimento ao juiz Marcelo Bretas, da 7.ª Vara Federal Criminal do Rio, que “esquentou” a pedido dele cerca de R$ 2,7 milhões.
O dinheiro seria, segundo Cabral lhe explicou então, de sobras de campanha. Boa parte chegou em espécie, e foi lavado por meio de contratos fictícios firmados com o escritório de advocacia da ex-primeira-dama Adriana Ancelmo, ele disse.
“Algumas vezes”, afirmou o empresário, os valores foram transportados pelo colaborador de Cabral Carlos Miranda, “o homem da mala de dinheiro” do esquema; noutras vezes, por carros-fortes da empresa TransExpert, que, segundo as investigações, participavam do sistema de corrupção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário