banner

banner

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Língua Solta: Trump revela dados confidenciais a russos

U.S. President Donald Trump looks on during a meeting with police and firefighters, who responded to the recent Interstate 85 fire and roadway collapse in Atlanta at the White House in Washington, D.C., U.S., April 13, 2017. REUTERS/Jonathan Ernst TPX IMAGES OF THE DAY
Os europeus estão preocupados com a informação de que Donald Trump revelou dados confidenciais aos russos. Bruxelas, por exemplo, questiona se o presidente dos Estados Unidos é confiável no momento em que faltam apenas alguns dias para a estreia dele no cenário internacional.
Trump será recebido com desconfiança na cúpula da Aliança Atlântica, na Bélgica, e na Sicília, local do encontro do G7. O presidente norte-americano vai se reunir com líderes de países com os quais os Estados Unidos têm acordos de partilha de inteligência.
A demissão do diretor do FBI James Comey, a relação conflitante agências de espionagem e a troca de informações confidenciais com Moscou deixaram aliados céticos com a capacidade do presidente de dirigir a primeira potência mundial. Além disso, a declaração de Trump de que “tem direito de compartilhar os dados que bem entender com a Rússia” deixou os líderes do Velho Continente espantados. A partir de agora, os países aliados devem hesitar em repassar informações de inteligência aos Estados Unidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário