banner

banner

sábado, 10 de junho de 2017

Diante da crise, governo quer congelar o orçamento de 2018

dinheiro
Enquanto discutem na Justiça a devolução de excedentes dos repasses orçamentários dos últimos anos, os Poderes Executivo, Judiciário e Legislativo do Rio Grande do Norte já estão de olho do orçamento de 2018.
E o possível congelamento dos duodécimos – pagamentos realizados mensalmente pelo Executivo para custeio dos demais poderes – deverá ser um dos principais temas no debate sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Para o governo, as estimativas de receitas e despesas só podem aumentar a partir da retomada econômica. E apesar dos resultados positivos do primeiro trimestre – no caso do PIB -, ainda não há crescimento satisfatório.
O projeto da LDO tramita na Assembleia Legislativa desde o último dia 16 de maio e foi distribuído no dia 24 ao relator da matéria na Comissão de Finanças da Casa, deputado José Dias. De acordo com ele, o texto final deve ser apreciado e votado pelo plenário até o dia 15 de julho, antes do recesso parlamentar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário