banner

banner

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Novo caça brasileiro começa a alçar voo

CAÇA BRASILEIRO
É o começo do verão em Liköping, sul da Suécia. A temperatura média é a típica do norte da Europa nessa época do ano, não passa dos 21 graus e pode despencar até os 8 graus no mesmo dia – é lá, bem perto da cidade do século 13, que há duas semanas está fazendo voos de teste o primeiro Gripen NG/E 39-8, novo caça de múltiplo emprego comprado do grupo aeroespacial SAAB pela Força Aérea do Brasil. Ainda não é a versão da FAB.
Essa, que de certa forma incorpora especificações mais avançadas do que as definidas pelos suecos, só decola em 2019. Nesse mesmo ano, em julho, será recebido pelos militares do Grupo Fox – encarregado da implantação do supersônico no País – o primeiro avião com os requisitos brasileiros.
Talvez seja o último jato de combate e tecnologia avançada comprado no exterior para a aviação militar. O programa, segundo analistas internacionais, também abre a possibilidade do Brasil disputar negócios de até US$ 370 bilhões, segundo o Centro de Estudos da Defesa, de Londres.

Nenhum comentário:

Postar um comentário