banner

banner

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Cunha acusa Fachin de obstruir julgamento de habeas corpus

Cunha
O ex-deputado Eduardo Cunha acusou, em carta, o relator da Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal), Edson Fachin, de obstruir pedidos de liberdade, através do habeas corpus, e beneficiar executivos da JBS.
De acordo com a Folha de S. Paulo, Cunha disse em nota escrita dentro do complexo penal em que se encontra, que Fachin concedeu “assistência célere e eficiente” aos donos da JBS, Joesley Batista e Ricardo Saud, “que em apenas três dias conseguiram homologar um acordo vergonhoso, onde ficaram livres, impunes e ricos”.
O ex-deputado também afirmou que os donos da JBS pediram ajuda para aprovar o nome de Fachin para o STF, ainda em 2015, e que disseram manter “relação de amizade” com o então candidato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário