banner

banner

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

inovação: “cebola que não faz chorar” chega aos mercados

cebola
As lágrimas de quem corta cebolas para cozinhar estão com os dias contados. A safra 2017 do Estado de São Paulo, que chega aos mercados nos próximos dias, tem uma novidade: uma variedade “que não faz chorar”. Isso porque pesquisadores da multinacional alemã Bayer, após mais de 20 anos, conseguiram reduzir a quantidade de enxofre que é liberado quando a cebola é cortada e, em contato com os olhos, causa irritação e choro.
O processo de criação da nova variedade, chamada Dulciana, começou com a avaliação das diversas variedades de cebola disponíveis no mercado. Depois, as que tinham características desejadas – como mais açúcares, menos acidez e menos enxofre – foram selecionadas e, então, foi feito o cruzamento entre elas, para fazer o melhoramento genético. “Depois, testamos o novo híbrido no campo, avaliamos os índices de produtividade e a resistência a doenças”, conta o pesquisador Joelson Freitas, do segmento de cebolas da Bayer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário