banner

banner

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Para líderes da base, adiamento da reforma da Previdência para 2018 inviabiliza votação

37856,denuncia-contra-presidente-michel-temer-e-lida-no-plenario-da-camara-dos-deputados-1
Contrariando o discurso otimista do governo, lideranças de partidos da base aliada avaliam que o adiamento da votação da reforma da Previdência para fevereiro de 2018 reduz as chances de aprovação da proposta. A avaliação é de que a proximidade com as eleições de outubro do próximo ano aumenta a resistência dos parlamentares, que temem desgaste eleitoral.
Governistas acreditam que somente a propaganda a favor da reforma tem o poder de mudar esse cenário, desde que atinja o efeito esperado pelo governo de diminuir a rejeição da população e, consequentemente, dos deputados à proposta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário