banner

banner

sexta-feira, 2 de março de 2018

Homenagem da Assembleia aos 100 anos de Manoel Torres é marcada pela emoção


A emoção e os elogios a sua postura de ética, honestidade e firmeza de caráter predominaram em todos os pronunciamentos durante a sessão solene na Assembleia Legislativa em homenagem ao centenário do ex-deputado Manoel Torres. A iniciativa em render homenagens ao ex-prefeito de Caicó foi do deputado Gustavo Carvalho (PSDB) e subscrita pelos outros 23 parlamentares.

A solenidade foi prestigiada pelos senadores Garibaldi Alves (MDB) e José Agripino (DEM), deputada federal Zenaide Maia, prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT) e pelo atual prefeito de Caicó, Robson Araújo (Batata), além de um expressivo número de lideranças políticas da região. Caso estivesse vivo, o líder político seridoense teria completado 100 anos no dia 15 de fevereiro.

“Manoel Torres foi uma liderança expressiva de seu tempo e uma referência necessária para a atualidade, pelo que fez em vida e em favor de muitas pessoas, que o tem como um homem honesto e justo. A celebração dos 100 anos de seu nascimento é um dos momentos importantes da atual legislatura, tanto pelo homenageado, quanto pelo que ele representa em relação a princípios que julgamos inerentes à vida política: honestidade, retidão e compromisso com o interesse público”, afirmou Gustavo Carvalho.

O senador Garibaldi Alves afirmou que o homenageado “foi e será um exemplo de como o homem público deve se comportar”. O senador fez um relato emocionado dos momentos da convivência com o líder seridoense e disse que na biografia de Manoel Torres não há nenhuma mancha: “Ele marcou sua administração sobretudo pela austeridade”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário