banner

banner

segunda-feira, 26 de março de 2018

Pedido de desculpas de Zuckerberg não alivia pressão sobre ações do Facebook

Facebook
As ações do Facebook caíam 1,5 por cento nas negociações pré-mercado nesta quinta-feira em Nova York, com o pedido de desculpas do presidente-executivo da rede social, Mark Zuckerberg, não conseguindo acalmar os nervos de Wall Street sobre como a empresa está lidando com a controvérsia sobre a privacidade dos usuários.
Zuckerberg prometeu na quarta-feira medidas mais rigorosas para restringir o acesso dos desenvolvedores às informações dos usuários, em sua primeira resposta a alegações de que a consultoria Cambridge Analytica acessou indevidamente dados para construir perfis dos eleitores norte-americanos utilizados na eleição presidencial de 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário