banner

banner

segunda-feira, 30 de abril de 2018

Falta de combustível foi causa da tragédia da Chapecoense

chapeco
A Aeronáutica Civil da Colômbia apresentou na manhã desta sexta-feira as conclusões do relatório final sobre o desastre com o avião da LaMia que caiu no dia 28 de novembro de 2016 (dia 29, pelo horário de Brasília) levando a delegação da Chapecoense e deixando 71 mortos. A investigação confirma que o combustível do avião era insuficiente para o voo entre Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, e Medellín, na Colômbia, e que a empresa aérea não se preparou adequadamente para o voo internacional.
A pane, de acordo com as investigações, começou 40 minutos antes de o avião cair. Os pilotos sabiam disso. O contrato do voo previa escala entre São Paulo e o aeroporto de Medellín, mas a empresa planejou viagem direto, o que não foi permitido pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Nenhum comentário:

Postar um comentário