banner

banner

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Cristiane cobra instalação de redes de proteção na ponte Newton Navarro


Proteger a vida. Esse é o objetivo de requerimento apresentado pela deputada Cristiane Dantas (PPL), que solicita à Secretaria Estadual de Infraestrutura (SIN) a instalação de redes de contenção ou ampliação do alambrado na extensão da Ponte Newton Navarro. A intenção da parlamentar é evitar que mais pessoas utilizem o local para cometerem suicídio.

"O suicídio é um problema de saúde pública e, em virtude do crescente número de ocorrências na ponte Newton Navarro, inclusive, antes mesmo da inauguração, em 2017, faz-se urgente a tomada de providências por parte do Poder Público para evitar a reincidência de casos dessa natureza", justifica a deputada, que é autora de audiências públicas na Casa Legislativa sobre a prevenção e tratamento aos transtornos mentais.

De acordo com dados do Centro de Valorização da Vida (CVV), que também tem atuação no Rio Grande do Norte, o Brasil tem uma média de 11 mil suicídios por ano, o que representa 5,5 casos para cada grupo de 100 mil habitantes. No Rio Grande do Norte, a Ponte Newton Navarro se tornou um ponto muito utilizado por pessoas com depressão que tomam a iniciativa extrema de tirarem as próprias vidas.

Para contribuir com a redução no número de casos de suicídio, uma das formas sugeridas pela deputada é a instalação de redes de proteção ou a ampliação do alambrado que, no entendimento de Cristiane Dantas, já deveria ser mais alto a partir do projeto inicial. Além disso, a deputada também justifica que a ponte, por ser um ponto turístico e por onde passam tantos turistas, deve ter a imagem desvinculada de fatos negativos.

"A ponte tem relevância turística, apontada como um cartão postal da nossa cidade e do nosso estado, sendo, então, necessário desvincular este local como palco para pessoas com transtornos mentais cometerem atos extremos, como o suicídio", argumenta a parlamentar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário