banner

banner

terça-feira, 8 de maio de 2018

Lula queria comprar sítio de Atibaia, diz Paulo Okamotto a Moro

okamoto
O presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, prestou depoimento nesta segunda-feira (7) ao juiz federal Sergio Moro, no processo que apura se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu propina de empreiteiras por meio de obras em um sítio em Atibaia (SP), frequentado pelo petista e sua família.
Ouvido na condição de testemunha, Okamotto afirmou que Lula pretendia comprar a propriedade no interior paulista como um “presente” à ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, que morreu em fevereiro de 2017.
A intenção de adquirir o sítio do empresário Fernando Bittar, conforme Paulo Okamotto, foi discutida em um almoço na sede do Instituto Lula, em 2015. “O presidente Lula, já há algum tempo, ele achava que precisava comprar o sítio como presente pra dona Marisa. Ele estava com um pouco de dúvida, mas ele tinha essa intenção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário