banner

banner

terça-feira, 19 de junho de 2018

Hermano faz apelo à Petrobras por solução para desabastecimento de gás de cozinha no RN

O deputado Hermano Morais (MDB) fez um apelo à Petrobras, ao Governo do Estado e aos órgãos de defesa do consumidor por solução para o desabastecimento de gás de cozinha no Rio Grande do Norte. Pedido foi feito durante sessão plenária na Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (19), quando destacou que a Petrobras produz hoje na Refinaria Clara Camarão, em Guamaré, 50% do gás de cozinha demandado pelo Estado. Os outros 50% são divididos entre o Ceará e Pernambuco. 

“A produção no Estado é insuficiente. Hoje tem uma movimentação dos proprietários de distribuidoras para procurar apoio do Ministério Público Federal e também do Governo do Estado para tentar fazer com que a Petrobras amplie a produção no RN, sob pena de ter um desabastecimento total”, disse Hermano.

O parlamentar disse ainda que conversou com o presidente do Sindicado dos Revendedores Autorizados de Gás GLP do RN (Singás), Francisco Correia, e ressaltou que hoje o Estado tem a última reserva de gás sendo distribuída às revendas e chamou atenção para o prejuízo que pode causar às residências, escolas e hospitais. “O que vinha sendo colocado como preocupação, agora é uma denúncia formal que pode trazer enorme prejuízo, inclusive financeiro”.

Ainda de acordo com o parlamentar, o Rio Grande do Norte era autossuficiente na produção de Gás GLP e de uma hora para outra, a Petrobras reduziu a produção e não explicou a motivação e que a solução encaminhada pela estatal foi buscar o gás em junho, o que segundo Hermano, elevaria o custo do produto.

Em aparte, o deputado Carlos Augusto (PCdoB) reforçou a necessidade de atenção para o desabastecimento de gás no Estado e falou sobre a situação nos municípios do interior. “Algumas cidades já estão usando fogão à lenha por falta de condições”, observou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário