banner

banner

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Justiça ordena prisão de taxista que atropelou pedestres em Moscou

rússia
Um tribunal de Moscou ordenou nesta segunda-feira prisão preventiva de dois meses para o taxista que no sábado invadiu com seu carro uma calçada no centro da capital e feriu oito pedestres, entre eles duas torcedoras mexicanas.
“Ordenamos estabelecer uma medida cautelar contra Chinguiz Anarbek de dois meses de detenção, até 16 de agosto”, disse a juíza Natalia Larina. O taxista, um kirguiz de 28 anos, reconheceu a culpa perante um juiz e pediu perdão aos afetados.
“Peço perdão por tudo o que fiz. Estou muito arrependido pelo ocorrido, reconheço plenamente minha culpa e peço perdão a todos os afetados”, disse o taxista ao comparecer perante o Tribunal.
O taxista contou através de um intérprete que “não tinha dormido durante dois dias” e que por isso confundiu “o freio com o acelerador”, a mesma versão dada para a polícia durante um interrogatório realizado no final de semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário